quinta-feira, 19 de setembro de 2013

ROCK IN RIO 2013 - METALLICA

Foto: Paulo Cássio
Metallica apresenta o de sempre - e é bom como sempre


Por Bruno Eduardo

A escalação do Metallica no cast do Rock in Rio pela segunda vez consecutiva já dava um ar de previsibilidade ao show. O grupo não lançou nada de novo, nem confirmou uma apresentação conceitual – muitos esperavam que eles pudessem tocar o Black Album na íntegra. 

De qualquer forma, o Metallica comprova um incontestável e matador “mais do mesmo” em cima dos palcos. O show do grupo no Rock in Rio não traz qualquer novidade, mas é irretocável. É aquele mesmo modelo seguido por bandas como AC/DC e Motörhead. Com um atraso de trinta minutos, eles iniciaram a apresentação de forma voraz - com “Hit the Lights” e “Master Of Puppets”. Utilizando um setlist clássico, o grupo levou os fãs a um passeio de duas horas e meia – datado principalmente pelos hits de seu disco lançado em 1991 (“Sad But True”, “Nothing else Matters”, “Enter Sandman”), e na velocidade dos álbuns primórdios. Talvez a maior novidade tenha sido a inclusão de "Holier Than Thou", faixa menos popular do Black Album.
 
Previsível, ou não, é sempre legal ver o bombardeio e o show de fumaça que antecede a épica “One”, ou a cantoria uníssona (à capela) no fim de “The Memory Remains” - que remete à fase menos inspirada da banda. 


Completamente à vontade com o público brasileiro, James Hetfield fazia questão de tentar se comunicar com os fãs – mesmo que isso levasse alguns minutos entre canção e outra. No bis, o grupo atacou com sua fase mais trash: “Creeping Death”, “Battery”, e “Seek And Destroy” do álbum Kill 'Em All – que está completando 30 anos de lançamento [veja matéria especial sobre o disco AQUI]. 

No fim, o quarteto parecia não querer deixar o palco do Rock in Rio. James puxou uma longa salva de palmas, e todos os outros integrantes fizeram questão de um a um, deixar sua mensagem no microfone. Clichê ou não, o grupo sabe como fazer um show à altura de seu nome, ou pelo menos aprendeu a arte de não decepcionar. Showzaço! 

[Matéria publicada originalmente por Bruno Eduardo no Portal Rock Press]

0 comentários:

Postar um comentário