Últimas

Post Top Ad

Your Ad Spot

Rota 54 aproveita período de isolamento social para lançar seu primeiro clipe

Rota 54 está com clipe novo: "Garota Suicida" [Foto: Mariane Lima]
Os paulistanos da banda ROTA 54, na estrada desde 2008, lançaram no final do ano passado seu quarto trabalho, o super elogiado CD Náusea, que foi a primeira aposta do veterano Clemente Nascimento (Inocentes e Plebe Rude) para seu novo selo, o KAOS.

Com som e postura calcados no bom e velho punk rock, circa77, a banda já estava em pleno processo de composição de um novo trabalho, adiado em razão da pandemia do novo coronavírus e o isolamento social a que todos estamos condicionados, e as atenções foram voltadas ao lançamento, em meados de maio, do vídeo clipe de “Garota Suicida”, faixa do álbum Náusea de temática forte, mas que não tem a mesma pegada política do restante do material da banda e grande potencial radiofônico. A banda é formada hoje por Caio Uehbe, voz e guitarra, Cesar Hiro, baixo e voz, Ricardo Faga, guitarra e Minoru Slot, na bateria.

Sobre “Garota Suicida”, o vocalista e compositor da canção, Caio Uehbe,conta que a personagem que ele criou, ainda em 2006, e havia deixado guardada, apesar de flertar com a morte, tem mais prazer na adrenalina do risco do que no desejo de encerrar a vida, como o título sugere. 
É como uma espécie de roleta russa, em que você entra no jogo sabendo dos riscos, mas não deseja que a bala esteja engatilhada na sua tentativa. Nessa sociedade onde as pessoas muitas vezes se encontram sem nenhuma perspectiva de futuro, onde as relações se tornam tão fugazes, com uma liquidez enorme, esse flerte com situações que as colocam em risco acaba sendo uma válvula de escape - Caio Uenbe.
O videoclipe de “Garota Suicida” foi dirigido por João Pedro Feitosa, Arianny Rosso Beviani e João Victor Andrade. A captação das imagens aconteceu no estúdio em que o Rota 54 ensaia. “Pensamos em vários locais e no final foi um consenso que, como é o primeiro clipe da banda, seria legal esse momento mais intimista no local de ensaio e composição das músicas, que tem uma aparência bem tradicional de estúdios de garagem. As cenas externas foram gravadas nas ruas de São Paulo”, conta o vocalista.

O disco é bom, este single tem potencial, aguardamos que após a vida voltar ao mais próximo possível do que chamávamos de normal, possamos acompanhar de perto o crescimento dessa rapaziada. Tem tudo para ir longe.

Post Top Ad

Your Ad Spot