Últimas

Post Top Ad

Your Ad Spot

Punk com influências de Prodigy? Você precisa ouvir o novo EP do Strange Bones!

Strange Bones nasceu na Inglaterra e tem Black Flag como influência
 
Strange Bones
Blitz Part 2
⭐⭐⭐ 4/5
Por  Bruno Eduardo 

Uma explosão nos ouvidos. Assim podemos definir de forma bem direta o novo EP do Strange Bones, banda formada numa cidade litorânea da Inglaterra. Aliás, tem muita coisa legal acontecendo nos becos britânicos de rock nesta última década. Uma rápida lista de sugestões, incluem bandas como Eagulls, The Editors, Idles e Royal BloodMas a boa de hoje é você parar tudo que está fazendo e dedicar oito minutos de sua vida para ouvir o EP Blitz Part 2, que consegue combinar de forma muito bem resolvida, a atitude do punk com inserções eletrônicas pesadas. 

O EP abre com "Napalm Über Alles", que saiu como single no final do ano passado. Aqui começa o passeio eletrizante e cheio de energia que o quarteto propõe ao ouvinte. A letra também bate num tema relevante aos novos dias e fala da dependência da felicidade algorítmica e de seus efeitos negativos. Em seguida, a melhor e mais agressiva de Blitz Part 1: 'Underdogs' é um punk venenoso com um ritmo desorientador. A intensidade transmitida pela música é algo semelhante ao que o The Prodigy propôs nos anos noventa. Para quem não lembra, o grupo do saudoso Keith Flint era mais punk do que muitas bandas clássicas de punk rock. Já "Ten Guns" apresenta um híbrido de sonoridades, tornando o som do Strange Bones ainda mais intrigante. 

Uma dica após ouvir esse EP é correr atrás do seu antecessor. Blitz Part 1 é igualmente imperdível, e conta com a mesma sonoridade punk-eletrônica-perturbadora. É neste que encontramos a ótima, "Vicious", que além da deliciosa maçaroca sonora, traz em sua letra a polêmica frase: "eu como nazista no café da manhã". O Strange Bones está aí para quebrar os limites dos gêneros musicais e parece estar conseguindo isso perfeitamente. Atitude e coragem não falta aos rapazes.

Post Top Ad

Your Ad Spot