Header Ads

Biografia do Planet Hemp vai trazer muitas aventuras e depoimentos emocionantes, garante autor

Planet Hemp vai ter história contada em livro [Foto: Bruno Eduardo]
Por Bruno Eduardo

O Planet Hemp, uma das mais influentes bandas da historia do rock nacional, comemora 25 anos de estrada com muitos capítulos importantes para a formação da cultura pop dos anos noventa. Formado em 1993 no Rio de Janeiro, o grupo chamou logo a atenção por abordar temas polêmicos, como violência policial, abuso de poder, e, principalmente, por terem sido os primeiros no Brasil a falar abertamente sobre a legalização da maconha. Para contar essa história, repleta de curiosidades, está saindo a biografia "Mantenha o Respeito", de autoria do jornalista e escritor, Pedro De Luna. O Rock On Board aproveitou o show do Planet Hemp na Fundição Progresso para bater um papo com o autor do livro e saber mais detalhes da obra.

"Não podemos falar que eles são monotemáticos, ou só falam de legalização, mas por terem sido os primeiros a tocar no tema diretamente, sem metáforas, isso acabou deixando-os como a maior influência sobre a causa no Brasil", afirmou Pedro de Luna, especialista na cena rock noventista e que acompanha a banda desde sua formação. Por isso mesmo, a ideia de fazer uma biografia sobre o Planet Hemp foi algo natural e instigante. "O Planet Hemp sempre esteve presente de alguma forma nas minhas biografias, e com o atual momento que vivemos, achei que eles representariam bem esse arauto à liberdade de expressão", acredita De Luna. 

A maior constatação da relevância do grupo fica na imagem de uma Fundição Progresso abarrotada em noite de ingressos esgotados. O fato, é que uma boa parte do público que está ali cantando músicas como "Dig Dig Dig" e "Queimando Tudo", não sabe que o grupo passou por poucas e boas para garantir esse direito aos seus fãs - a banda chegou a passar noites na cadeia, inclusive. Exatamente por isso, a biografia é tão necessária nos dias de hoje. "Eu tentei quebrar o livro em várias histórias. E posso afirmar que é um livro repleto de aventuras, de perrengues, de fuga de polícia... Acredito que as pessoas vão consumir a biografia muito rapidamente", disse Pedro, que demonstra ansiedade em ver o livro nas lojas o quanto antes.  "Mantenha o Respeito" chegará aos fãs como a biografia definitiva do Planet Hemp, com 500 páginas e quase 80 fotos [já está em pré-venda AQUI].

E o que a banda achou do resultado final? "Eles não leram ainda", afirmou o autor, que para escrever "Mantenha o Respeito", entrevistou todos os integrantes do grupo e outros tantos envolvidos na história da banda, como jornalistas, produtores, amigos e músicos de outras bandas. E destaca em particular, uma declaração de Seu Jorge: "Seu Jorge deu uma declaração emocionante dizendo que o Marcelo D2 tirou ele do fundo do poço, quando o convidou para tocar percussão com o Planet Hemp, e que a partir dali, as portas se abriram para ele". [Assista abaixo a entrevista na íntegra em vídeo, com imagens do show do Planet Hemp no palco e camarim da Fundição Progresso].

Nenhum comentário: