domingo, 27 de setembro de 2015

Rock in Rio 2015: Lamb Of God instaura caos e violência na Cidade do Rock

Foto: Adriana Vieira
Possuído? Randy Blythe comandou a brutalidade sonora no RIR
Por Rom Jom

A noite ainda estava chegando à Cidade do Rock. Eram 18h e pontualmente - como todas as atrações - o “Cordeiro de Deus” -  expressão que dá o nome da banda -  entra no palco para transformar o dia em um verdadeiro inferno. A primeira música, “Walk With Me In Hell”, dá o tom exato disso. E assim começou a caminhada para a profundeza da terra. 

No telão eram exibidas imagens de exorcismos, cultos, guerras e isso ajudava ainda mais a aumentar o peso do metal e o vocal gutural do vocalista e ex-detento Randy Blythe. Ele foi acusado de empurrar um fã do palco na República Tcheca que tentou subir no palco durante uma apresentação, e devido aos ferimentos, o jovem morreu poucos dias depois. Randy foi inocentado da acusação de homicídio culposo, porém todas as experiências dos tempos de prisão foram usadas como inspiração para o novo disco da banda VII: Sturm und Drag. “Still Echoes” do novo álbum deu sequência após a paulada de “Now You’ve Got Something to Die For”

Os "metaleiros" deste Rock In Rio foram convidados para a maior roda de pogo do festival. E assim fizeram. A pancadaria era grande, tanto das rodas quanto dos alto-falantes. “Estamos há muito tempo sem nos ver! Gritem!” falava Randy com o público. 

O show seguiu com músicas ainda mais brutais como “Ruin” e “Vigil” do excelente álbum As the Palaces Burn de 2003; “Ghost Walking” do álbum Resolution de 2012; e “Set to Fail” do album Wrath de 2009. 

Para finalizar e deixar o clima ainda mais infernal no Palco Sunset, a banda voltou com “Laid to Rest”, do aclamado álbum Ashes os the Wake de 2004 – música que também foi faixa no jogo Guitar Hero 2. “Redneck” foi responsável por quebrar pescoços em mais uma gigantesca roda de pogar. Para finalizar, “Black Label”, no qual Randy dá uma ideia um tanto psicótica ao público: “Enfie seu polegar no ânus da pessoa mais próxima! ”. 

Sim, o inferno esteve na terra e foram os Cordeiros que o trouxeram - com direito a muito metal, violência e a maior roda de pogo do festival. 

Foto: Adriana Vieira
Randy Blythe pediu para que o público gritasse alto no Rock in Rio
Cobertura #rockinrio2015
Continue ligado na nossa cobertura oficial Rock in Rio. Curta a nossa fã page no facebook e siga @rockonboard no twitter e instagram.

0 comentários:

Postar um comentário