sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Confirmada no line up do Rock in Rio, Memora será representante da cena independente carioca

Foto: Divulgação (Clara Fotografia)
Por Bruno Eduardo

O Rock in Rio está chegando e muita gente já vive a ansiedade de poder conferir alguns dos maiores nomes da música mundial, como Aerosmith, Guns N'Roses, The Who e Red Hot Chili Peppers. Mas em um line up recheado de medalhões, a boa é também ficar atento às novas alternativas que a produção reservou nos quatro cantos da nova Cidade do Rock. Uma delas é a banda carioca Memora, uma das últimas atrações confirmadas para o festival e que se apresenta no dia 22 de setembro - mesmo dia de Bon Jovi e Tears For Fears. 

Em entrevista exclusiva ao Rock On Board, o vocalista Rafael Lima falou da emoção em tocar no festival, do qual ele define como "realização de um sonho", ainda mais por ser dentro do Rio de Janeiro, cidade da banda, que foi formada em 2012 e que conta com Rafael Lima (Voz, Guitarra), Rod Xavier (Guitarras, Vocais), Filipe Lima (Baixo e Sintetizadores), William Mardônio Jr. (Bateria e Loopers).
"É uma satisfação tocar no maior festival do mundo dentro de casa. É aquele festival que a gente passava na porta ou entrava como público mesmo, e sonhava, muito remotamente, que algum dia pudéssemos fazer parte disso. A ficha demora a cair. É uma conquista pessoal muito grande".
Para chegar no Rock in Rio, a banda precisou superar a concorrência ao participar de um festival universitário (FMU), de qual saiu consagrada por público e especialistas, incluindo Liminha, que rasgou elogios ao grupo carioca:
"Muito boa essa banda. Não sei por onde eles estavam andando que eu ainda não tinha ouvido falar deles. Estavam escondidos em algum lugar".

Inserida num movimento de bandas que vem fazendo bastante barulho no circuito carioca, principalmente debaixo dos holofotes do Rio Novo Rock, festival de rock independente que acontece no Imperator, a Memora vai ser a voz representante desse nicho repleto de outros bons expoentes, como Drenna, Stereophant, Kapitu, Pessoal da Nasa, Nove Zero Nove e Facção Caipira.
"Tocar no Rock in Rio representa carregar toda uma galera que está na rua trabalhando. A gente vai poder falar para esse público gigante, que existem muitas bandas como a gente no Rio trabalhando com afinco, qualidade e vontade. Tem muita gente boa e queremos dar esse recado, que é muito importante as pessoas prestigiarem o novo".
Banda se apresenta em novo ambiente do Rock in Rio

Esse ano o Rock in Rio vai estrear um novo ambiente. É a Rock District, que será representada como um bairro, cheio de estilo, dentro da Cidade do Rock. Neste espaço, haverá a Famestreet e um novo palco onde artistas nacionais vão relembrar grandes sucessos que já passaram pelos palcos do Rock in Rio, como Dinho Ouro Preto, Evandro Mesquita, Rogério Flausino e George Israel. A Memora se apresenta no dia 22 de setembro e vai dividir palco com o líder da Blitz, Evandro Mesquita & The Fabulous Tab, além da tradicional Rock Street Band.
"Entrar no site do festival e ver o nosso nome lá, junto com outras bandas que você admira... A ficha realmente não caiu! Todo dia a gente entra no site para ver se realmente é o nosso nome que está lá. É algo muito especial e que vai ficar marcado para sempre na história de nossas vidas".
Banda está com disco novo no forno

Além da alegria em poder participar de um dos maiores festivais de música do mundo, a Memora tem outro bom motivo para comemorar. Vem por aí um novo trabalho e que conta com a produção de Felipe Rodarte no cultuado estúdio Toca do Bandido. De acordo com Rodarte, o novo disco da Memora está a todo vapor e será marcado pela energia do grupo. Ele acredita que o trabalho será baseado numa atmosfera pop, conseguindo atingir um público não tão segmentado, como o de rock mais tradicional. 
"Optei por trazer a essência da banda. A Memora tem uma coisa de levada e groove muito forte e um pouquinho de blues também. Além da influência de música negra fortíssima. A gente tem trabalhado nesse sentido de trazer esse lado pop deles".
As influências do novo disco, de acordo com o produtor, passam por nomes como Steely Dan e Lulu Santos, fase inicial da carreira. E passeia entre o soft rock e o rock fusion, com guitarras que lembram o consagrado Jeff Beck.
"É um disco bem interessante e que vai alcançar um público bem amplo", acredita. Enquanto isso não acontece, que tal você conferir a Memora no Rock in Rio ou assistir ao clipe deles abaixo? Vale à pena.


Um comentário:

  1. ❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️ Memoraaaa!!

    ResponderExcluir