terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

The Who vai tocar no Rock in Rio, afirma site

Foto: Divulgação
Banda ainda deve anunciar mais duas datas no Brasil
O The Who vai mesmo tocar no Rock in Rio. De acordo com  José Norberto Flesch, do Destak, o anúncio acontecerá nos próximos dias. O site ainda antecipa que o empresário da banda, Bill Curbishley, está agendando shows em mais duas cidades brasileiras. Bill já havia antecipado à BBC que o The Who viria à América do Sul ainda este ano, mas nada ainda havia sido confirmado. O Rock in Rio está marcado para os dias 15, 16, 17, 21, 22, 23 e 24 de setembro de 2017 e já confirmou as seguintes atrações: Lady Gaga, 5 Seconds of Summer, Ivete Sangalo (15/09), Maroon 5, Fergie (16/09), Aerosmith e Billy Idol (21/09), Bon Jovi (22/09) e Red Hot Chili Peppers (24/09). Os ingressos para o Rock in Rio estarão disponíveis no dia 6 de abril pelo Ingresso.com.

The Who surgiu em 1964 e a formação original era composta por Pete Townshend (guitarra), Roger Daltrey (vocais), John Entwistle (baixo) e Keith Moon (bateria). O grupo se tornou conhecido pelo dinamismo de suas apresentações e passou a ser considerado uma das maiores bandas de rock and roll de todos os tempos. Eles também são considerados os pioneiros do estilo, popularizando entre outras coisas a ópera rock (principalmente com o clássico álbum "Tommy"). A banda ficou famosa por arrebentar seus instrumentos no final dos shows (especialmente Townshend e o alucinado Keith Moon). Embora tenham realmente se consolidado pela ópera rock de discos como "Quadrophenia" e o já citado "Tommy", a banda também foi primordial no surgimento do punk rock e do power pop com seu disco de estreia, "My Generation".

Nova Cidade do Rock 

Duas vezes mais ampla que a anterior, a nova Cidade do Rock trará mais conforto para todos os visitantes, além de possibilitar o acesso por meio de transporte público direto, a partir de Metrô e BRT, um dos legados olímpicos.

Dentre as melhorias esperadas com o novo espaço, a organização destaca maior facilidade na circulação de público, nas operações de segurança, limpeza e acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida, além de mais banheiros, posições de atendimento nos bares e áreas de sombra.

O público também ganhará muito em termos de facilidade de acesso, com o sistema de transportes que foi testado com sucesso durante os Jogos Olímpicos 2016. Quem sair da Zona Sul, por exemplo, levará pouco mais de 30 minutos para chegar ao Rock in Rio, utilizando o Metrô e BRT. Todo o acesso será facilitado para visitantes de qualquer região, pois o legado olímpico permanece. O novo esquema de transportes permite também que os impactos no trânsito do entorno sejam ainda mais leves. As interdições de vias públicas serão reduzidas a quase zero, permitindo que os moradores da região tenham ainda mais conveniência.


Também será beneficiado o público que vem de fora do Rio de Janeiro, com a ampliação da rede hoteleira ao redor do parque. Em 2015 foi comprovada a importância do festival para o fomento do turismo na cidade. Segundo a RioTur, o festival foi a motivação exclusiva para a vinda de 88,5% dos visitantes no período de sua realização.

Cobertura #rockinrio2017

Continue ligado na nossa cobertura oficial Rock in Rio. Curta a nossa fã page no facebook e siga @rockonboard no twitter e instagram e tenha tudo antes. 

0 comentários:

Postar um comentário