quinta-feira, 17 de julho de 2014

Johnny Winter: o blues perde seu garoto prodígio

O mundo perde Johnny Winter aos 70 anos de idade

Por Bruno Eduardo

Quem poderia imaginar que aquele garoto albino de Beaumont, Texas, que cresceu ouvindo lendas como Elmore James e Muddy Waters, deixaria o planeta como um dos últimos representantes de um estilo genuinamente negro? 

A relação de Johnny Winter com o blues sempre foi cósmica. Era de outras vidas. Eu sempre acreditei na tese que há um plano superior, pré-vida, para pessoas como Hendrix, Joplin, Lennon e outros que já habitaram ou habitam ainda este planeta. Nada explica a ligação precoce com a arte. Os imortais parecem possuir uma linguagem universal para tocar diversas gerações. Em um mundo onde todos parecem ter muita coisa a dizer, a guitarra de Johnny Winter se cala. É uma pena, já quase ninguém falou tão bem quanto aquela Gibson Firebird.


Ouça: I'm Yours And I'm Hers

0 comentários:

Postar um comentário