domingo, 8 de dezembro de 2013

INCUBUS - Summer Break Festival

Foto: Bruno Eduardo
Diante de enorme fã clube, Incubus faz show recheado de hits


Por Bruno Eduardo

Ao ouvir cerca de 8 mil presentes cantando o refrão ne "Megalomaniac", logo no início, ficava difícil de entender como uma banda como o Incubus consegue ficar tanto tempo sem vir ao país. Aliás, o grupo só veio ao Brasil em duas oportunidades (a última vez foi em 2010). Na época, eles estavam vivendo um clima de indecisão interna - com hiatos, projetos paralelos e pouca dedicação aos palcos. Embora a fase de imobilidade criativa permaneça, a banda continua sendo uma boa opção para se ver ao vivo.

No Rio! Seis anos após se apresentar neste mesmo palco, o Incubus não modificou muito desde sua última visita ao Rio de Janeiro. O visual do grupo está mudado, é verdade - principalmente Brandon Boyd, que ostenta um bigode estilo Anthony Kiedis -, mas sonoramente, a pegada é a mesma. A banda continua firme ao vivo e com repertório semelhante. Talvez por não se tratar de um show particular, eles escolheram reviver sua fase de maior sucesso - se guiando em hits e deixando de lado o experimentalismo. Com isso, fizeram o Citibank Hall cantar alto durante quase toda apresentação - principalmente em hits como "Drive" e "Anna Molly"; e relembrou os melhores momentos do álbum Morning View ("Circles"). Mesmo assim, foi sentida ausência do disco S.C.I.E.N.C.E. no setlist. 

A fase psicodélica da banda se fez presente na excelente "Sick Sad Little World", do álbum progressivista A Crow Left Of The Murder (lançado em 2004) - com destaque para o solo quebrado do baterista Jose Pasillas. Diante de uma tietagem ensandecida, Brandon Boyd ensaiou uma versão de "Hello" de Lionel Ritchie, e utilizou-se de uma percussão colocada ao lado da bateria para iniciar os versos da derradeira da noite, "Pardon Me" - hit maior do disco Make Yourself

Por ter iniciado o show com atraso, o grupo não pôde atender os pedidos de bis. Mesmo assim, mantiveram o mesmo repertório da noite anterior (SP), prometendo voltar o quanto antes. 



[Matéria publicada originalmente por Bruno Eduardo no Portal Rock Press]

0 comentários:

Postar um comentário