Últimas

Post Top Ad

Your Ad Spot

Edição brasileira do Montreux Jazz Festival acontece no Rio em junho e terá Steve Vai

Steve Vai será uma das atrações do primeiro Rio Montreux Jazz Festival
O Rio de Janeiro será palco de um dos mais importantes festivais do mundo. O Montreux Jazz Festival, criado em 1967, na cidade que leva o mesmo nome, vai acontecer pela primeira vez na América Latina, seguindo os mesmos moldes da programação variada que acontece na Suíça. O Rio de Janeiro, reconhecido globalmente como uma cidade que vibra cultura, foi escolhido para essa estreia.

A programação do Rio Montreux Jazz Festival vai ocupar diferentes pontos da capital fluminense, com o melhor da música e cultura em atrações pagas e gratuitas. O objetivo é estimular o acesso à atmosfera vibrante e criativa da arte que tornaram o Festival conhecido mundialmente.

No Pier Mauá, o festival ocupará 3 palcos – nomeados em homenagem a grandes estrelas da música brasileira: Ary Barroso, Tom Jobim e Villa-Lobos -, com capacidade para receber até seis mil pessoas, por dia de evento. Além dos shows, o público terá área de convivência com bares e food trucks. O Pier também irá sediar uma exposição com os pôsteres de edições passadas do evento. Os ingressos do Rio Montreux Jazz Festival começaram a ser vendidos no dia 16 de abril.

Além da programação de shows no Pier Mauá, a boa música vai ocupar a cidade em outros 5 palcos gratuitos. No Parque Madureira estará o Palco Pixinguinha, com área para receber um público de até 5 mil pessoas. Em outros quatro pontos da cidade estarão os palcos Montreux Urbano. A iniciativa quer estimular o acesso à cultura e incentivo às novas revelações da música brasileira.

Quem vai tocar no Rio Montreux Jazz Festival

Para os palcos do Rio Montreux Jazz Festival, Mazzola selecionou artistas de diferentes gerações e estilos, além de encontros que marcarão um novo capítulo da música brasileira. Em 2019, ano marcado pelos 25 anos de ausência de Tom Jobim, a noite de abertura terá um encontro entre o Quarteto Jobim e Maria Rita, com uma homenagem ao grande maestro. Nesta mesma data acontece a apresentação de Steve Vai, um dos maiores guitarristas da história, que está preparando um show exclusivo para o festival no dia de seu aniversário, dia 6 de junho. Além de Steve Vai, teremos ainda entre as atrações internacionais, o lendário baixista Stanley Clarke, o ex-guitarrista de Miles Davis, John ScofieldAl Di Meola (considerado por quatro vezes o melhor guitarrista do mundo pela revista Guitar Player)Do lado nacional, acontece um encontro inusitado de três grandes nomes da música brasileira: Frejat, Zeca Baleiro e Pitty, que tocarão juntos os maiores sucessos de suas carreiras. No dia 8 de junho, Andreas Kisser reúne convidados e comanda um show inédito com os grandes hits do heavy metal em formato instrumental. Já o último show do festival, na noite de 9 de junho, trará a mistura de sons de Ivan Lins, Chucho Valdés e Irakere, a união de Brasil e Cuba, reeditando um show exclusivo realizado em Havana, em 1996. 

Para os palcos gratuitos, a programação vai incluir nomes revelação da música, muitos já premiados internacionalmente, além de projetos sociais de êxito realizados na cidade, como a Orquestra de Câmara da Rocinha e Camerata Jovem (que compreende os músicos de comunidades do Rio de Janeiro como Complexo do Alemão, Morro dos Macacos, Rio das Pedras e Cidade de Deus, além de músicos das cidades de Petrópolis, João Pessoa e Rondônia). Além disso, será um espaço para a pluralidade de ritmos e cultura. Entre as atrações está a nova geração da música instrumental no Brasil homenageando grandes lendas como Luiz Gonzaga, Egberto Gismonti, Pixinguinha e Paulo Moura.

Programação Rio Montreux Jazz Festival 2019

Local: Pier Mauá
Palco Tom Jobim – capacidade de 780 pessoas sentadas (Armazém 2)
Palco Villa-Lobos – capacidade de 3.500 pessoas em pé (Armazém 3)
Palco Ary Barroso – localizado na varanda do Pier
Demais regiões – Palcos gratuitos
Palco Pixinguinha – localizado no Parque Madureira
Palcos Montreux Urbano – em quatro diferentes pontos da cidade
Ingressos: A partir de R$ 25,00 (ver tabela no link)
Classificação etária: 16 anos. Menores de 16 anos somente acompanhados dos pais ou responsáveis legais.
Abertura do Pier Mauá: 18h
Abertura dos armazéns: 30 minutos antes do início do show 
Venda de ingressos no site: https://riomontreuxjazzfestival.uhuu.com

6 de junho – quinta-feira
Palco ARY BARROSO
18h30 – Amaro Freitas
21h00 – Diego Figueiredo

Palco TOM JOBIM
19h30 - Quarteto Jobim convida Maria Rita - "Chega de saudade: 25 anos sem Tom Jobim"
22h00 – Al Di Meola Acoustic Trio

Palco VILLA-LOBOS
23h30 – Steve Vai

Palco PIXINGUINHA (Horários a confirmar)
Atração a confirmar
Marcelo Caldi convida Gabriel Grossi - Homenagem a Luiz Gonzaga

7 de junho – sexta-feira
Palco ARY BARROSO
18h30 – Choro na Rua
21h00 – Pedro Martins Trio

Palco TOM JOBIM
19h30 - Yamandu Costa. Participação especial: Camerata Jovem do Rio de Janeiro
22h00 – The Stanley Clarke Band

Palco VILLA-LOBOS
23h30 – Frejat convida Pitty e Zeca Baleiro

Palco PIXINGUINHA (Horários a confirmar)
Atração a confirmar
Bianca Gismonti Trio convida Frank Colón - Homenagem a Egberto Gismonti

8 de junho – sábado
Palco ARY BARROSO
18h30 – Ricardo Herz Trio
21h00 – Andreas Kisser and guests: "Instrumental Acoustic Metal"

Palco TOM JOBIM
19h30 – Hamilton de Holanda convida Paulinho Costa
22h00 – Hermeto Pascoal

Palco VILLA-LOBOS
23h30 – Atração Internacional a confirmar
Palco PIXINGUINHA (Horários a confirmar)
Atração a confirmar
André Vasconcellos Quinteto

9 de junho – domingo
Palco ARY BARROSO
18h30 – Allyrio de Mello
21h00 – A Guitarra e o Tambor

Palco TOM JOBIM
19h30 – Carlos Malta e Pife Muderno
22h00 – John Scofield Combo 66

Palco VILLA-LOBOS
23h30 – Brasil Cuba: Ivan Lins, Chucho Valdés e Irakere

Palco PIXINGUINHA (Horários a confirmar)
Atração a confirmar
Dani Spielmann e orquestra Gafieirando convidam Bebê Kramer - Homenagem a Paulo Moura

Sobre o Montreux Jazz Festival

Criado em 1967, o Festival acontece na cidade suíça de Montreux e nos seus mais de 50 anos de história, o Montreux Jazz Festival se diversificou e passou a incorporar novos ritmos, gêneros e linguagens artísticas. Em seus palcos se apresentaram grandes nomes da música mundial como: Nina Simone, Ray Charles, Miles Davis, Stevie Wonder, Prince, David Bowie, Phil Collins, entre outros.

Post Top Ad

Your Ad Spot