segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Em exclusiva, Rival Sons fala sobre abrir os shows do Black Sabbath no Brasil

Foto: Divulgação
Rival Sons vai abrir para o Black Sabbath esta semana no Brasil
Por Bruno Eduardo e Rom Jom

Quem for aos shows do Black Sabbath terá um bom motivo para chegar cedo. Formado em 2009 na Califórnia, o Rival Sons vem sendo aclamado no mundo inteiro por resgatar de forma digna o rock setentista, com riffs de guitarras marcantes e um blues cheio de peso. Por essa escolha de cardápio, a banda vem sendo frequentemente comparada a outro ícone do rock: o Led Zeppelin. No entanto, seu novo disco, o quinto da carreira, tratou de separar um pouco mais as coisas e deu ao grupo um respeito maior da crítica mundial. Podemos dizer que 'Hollow Bones' seria o melhor disco do Rival Sons? "Espero que sim!", disse o simpático guitarrista da banda, Scott Holiday, por telefone ao Rock On Board. "Nós trabalhamos muito para que ele saísse dessa forma. Nós somamos toda nossa energia nesse disco e ele é o reflexo do momento em que estamos vivendo. Cada um de nós tentou colocar suas influências da melhor maneira possível para ter esse resultado", completou. As tais influências passam pelo hard, stoner rock, rock psicodélico e blues. Mas como conseguir juntar coisas tão embrionárias e mesmo assim soar original? O guitarrista afirma que não há segredo. Ele acredita que o som da banda é um retrospecto do que eles passam na estrada. "Não é nada programado! As coisas simplesmente acontecem. Nós tocamos com o coração, com o sentimento. Não pensamos em modelos pré-estabelecidos", afirma.

Essa é a segunda vez que o Rival Sons vem ao Brasil. A primeira foi no ano passado, quando se apresentaram no Monsters Of Rock, em São Paulo [saiba como foi AQUI]. Scott falou que o público brasileiro foi totalmente receptivo com o grupo e que está ansioso de poder tocar em outras cidades dessa vez. "Estamos muito contentes de estarmos voltando ao Brasil. Nossa experiência no Monsters Of Rock foi sensacional, além de ser um país muito bonito e com pessoas muito calorosas. A energia de vocês é algo que a gente não esqueceu. Vamos dar o máximo para que todos os shows no Brasil sejam maravilhosos". Desta vez, o grupo também se apresenta no Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre mas a banda espera a mesma intensidade da plateia. "Na realidade, em todos os shows as pessoas sempre estão empolgadas. Independente de ser na América ou em Londres, elas estão ali pelo mesmo motivo, que é sair da rotina e se libertar num show de rock. Isso é que nos motiva a estar no palco também".

Scott Holiday em ação com o Rival Sons
Uma das principais características dos shows do Rival Sons é a guitarra de Scott Holiday. As apresentações da banda são entorpecidas de riffs marcantes e contam sempre com a guitarra no volume máximo - algo raro de se ver nos dias de hoje. O guitarrista é categórico ao falar sobre o assunto: "Isso é apenas rock and roll (risos)! Mas o que eu busco é passar sentimento e tocar com a alma", e explica em seguida como o blues influenciou a isso: "O blues me ajudou na maneira de descobrir o meu jeito de tocar. Aprendi muito com guitarristas como B.B.King". Scott também falou sobre a emoção de estar abrindo para o Black Sabbath. Afinal, eles foram escolhidos para rodar o mundo inteiro ao lado de uma das bandas mais importantes de todos os tempos. "É inacreditável. Escutar essas músicas que fizeram parte da formação musical de todos nós da banda, ali de pertinho, é maravilhoso. Além disso, estamos crescendo muito com essa oportunidade de poder excursionar ao lado deles, que possuem tantos anos de estrada". 

Como a banda também foi uma das atrações do Rock in Rio Lisboa, que aconteceu este ano, aproveitamos para saber se eles já teriam algum convite da produção para voltar ao festival no ano que vem. O guitarrista não escondeu o jogo e afirmou que houve um contato inicial, mas nada ainda oficializado. "A produção chegou a conversar conosco sobre a edição brasileira do Rock in Rio, sim. mas não houve ainda nenhuma formalidade. O que posso dizer, é que esperamos muito que sejamos convidados de novo. O show em Lisboa foi ótimo e a produção também foi sensacional".

Os shows do Black Sabbath no Brasil acontecem em Porto Alegre (28 de novembro), Curitiba (30 de novembro), Rio de Janeiro (2 de dezembro) e São Paulo (4 de dezembro). O Rival Sons acompanha o Sabbath em todas as cidades. Além disso, a banda Krisiun também toca em Porto Alegre. Já a Doctor Pheabes, abre a noite em São Paulo. Com exceção do show no Morumbi (SP), ainda há ingressos disponíveis para todos os shows da turnê no Brasil.

0 comentários:

Postar um comentário