Header Ads

test

Rio Novo Rock: A transpiração artística e espiritual da El toco

Foto: Davi Obadia
El Toco no Rio Novo Rock: psicodelia e espirtualidade
A edição de julho do Rio Novo Rock trouxe algumas curiosidades bem interessantes. Primeiro, que na maioria das pautas de divulgação, o nome de uma entidade da MPB foi quase sempre citada. Sim, estamos falando do mito Caetano Veloso. Não é por menos, a Dônica, ótima banda de rock psicodélico, possui em sua formação o filho do "cara", Tom Veloso. Aqui no Rock On Board, fizemos questão de não mencionar esse fato, para que o valor real do - outra vez, ótimo - grupo carioca fosse exposto da única forma que merecem: pelo valor de sua música, apenas. Felizmente, tive a oportunidade de assistir dois shows desta banda em grandes palcos. O primeiro no Rock in Rio, em 2015, e o segundo no Lollapalooza deste ano. Ambos muito legais e que demonstravam o valor da proposta dos meninos. Bom, se você não conhece o Dônica, sugiro que corra atrás de seu primeiro disco, o bom "Continuidade dos Parques". Mas hoje, eu vou dedicar meu espaço ao anônimo Daniel Toco, homem de frente e cabeça pensante da excêntrica e cerebral El Toco

Costumo acreditar que não há limites para um artista. Pelo menos não deveria, já que a arte é uma exposição de sentimentos e interpretações únicas. Que varia de ser humano para ser humano, e por isso, ela atinge cada pessoa de uma forma diferente, criando assim, uma inexistente unanimidade popular. E é exatamente nesse plano que se encontra a El Toco, banda que deixa transpirar suas crenças sem criar fronteiras musicais ou se importar em traçar caminhos de forma premeditada. Quem esteve no Imperator nesta última quinta-feira se deparou com esse chacra artístico proposto pela banda de Daniel.

Foto: Davi Obadia
Daniel Toco sorri para o público do Rio Novo Rock
Embora a El Toco seja uma banda originalmente exótica, ela se baseia na simplicidade, misturando culturas populares e debatendo de forma velada e exposta, assuntos tão complexos como crenças e religiões - basta ouvir ou ver o vídeo clipe de "Esses Meninos" ou conferir a letra de "Que Deus é Esse". A diferença, porém, é a leveza da proposta, que tem sempre como temas principais o amor e a beneficência. A ótima "Mais de Mim" é um exemplo dessa energia positiva que as palavras de Daniel procuram alcançar. Poeta, o vocalista não aposta apenas no dom de suas frases. Ele também sabe escolher com quem divide suas convicções. Se antes, era uma banda de um homem só, hoje ele apresenta uma trupe de respeito com Bruno Keleta (guitarra), Pedro Millecco (bateria) e Sergio Cake (ex-Setor Bronx, no baixo). Com tudo isso dito acima, é importante não deixar de citar que o grande acerto do El Toco, é que o discurso soa verdadeiro. Sendo assim, a sua exposição ao vivo, em cima do palco, se torna ainda mais coerente com o roteiro apresentado. 

Foto: Davi Obadia
Para cima! Essa é a energia que a El Toco tenta passar nas músicas

3 comentários: