terça-feira, 24 de junho de 2014

GUITAR HERO: 70 ANOS DE JEFF BECK


Por Gustavo Canine Marques

Jeff Beck completa 70 anos de vida. E isso é realmente um grande motivo a se comemorar, já que ele é um dos poucos sobreviventes de uma geração de ouro da guitarra - em qual incluo na primeira fila: Jimi Hendrix, Stevie Ray Vaughan, Eric Clapton e Jimmy Page. 

Jeff Beck já gravou dezesseis álbuns (dez em carreira solo), tocou com vários artistas consagrados, gravou inúmeros estilos, alternou afinações, e usou e abusou de uma rara musicalidade.  Para Jeff Beck, inovar sempre foi o caminho. Seus álbuns são bem diversificados, e pode agradar fãs de diferentes estilos. 

Como muitos dessa nova geração sequer ouviram falar dele, gostaria de citar dois álbuns básicos para os iniciantes:


Blow By Blow (1975): Um disco soberbo, calcado no Jazz e que não contém finais de faixas - o álbum é todo emendado! Deste petardo, destaco "Cause We´ve End As Lovers" - onde há frases diferentes durante toda a música. Para os praticantes, é bom citar que ele usou um dos captadores Seymor Duncan. Por falar nisso, nesse álbum ele usa a guitarra Tele Gib, uma Telecaster de 2 Humbuckers estilo Gibson - e não é só isso: para os amantes de Fenders, os captadores Lace Sensor também tiveram colaboração de Jeff Beck.     

Wired (1976): Esse disco possui a sensacional "Blue Wind", e não por menos, é considerado uma das maiores influência de Steve Vai. Inclusive, vejo muita semelhança nos estilos de Vai e Jeff Beck. Wired é uma continuidade de Blow By Blow, e mantém a mesma engenharia de estúdio. Por ser um álbum instrumental, há de ressaltar o feito comercial do álbum - ganhou disco de platina e alcançou o 16º lugar na Billboard. 
Resumindo: são dois discos imperdíveis! Fica aqui a minha dica: Não há como gostar de guitarra sem conhecer um pouco da obra de Jeff Beck.

0 comentários:

Postar um comentário