Header Ads

Soul Asylum: Dave Pirner fala em "seguir missão" e garante novo disco para o ano que vem


Soul Asylum chega ao Brasil para tocar com L7 em São Paulo
Por Rosangela Comunale

"Vamos seguir nossa missão enquanto estivermos curtindo", diz Dave Pirner, vocalista do Soul Asylum, por telefone, em entrevista exclusiva ao Rock On Board. Aos 54 anos de idade, ele é o único remanescente da formação que viveu o período de fama da banda nos anos noventa e que chega ao Brasil para apresentação única em São Paulo, abrindo para o L7 no domingo (02). 

Essa é a terceira vez que o Soul Asylum se apresenta no país. "Este país é um lugar lindo e estou bem contente em poder estar de volta", elogia. O frontman fala um pouco também sobre as experiências que teve por aqui nas outras passagens, destacando principalmente a última vez que vieram: "Tenho boas lembranças de quando toquei no Brasil para um projeto que era em prol da água como bem mundial. Havia toda uma conscientização em torno disso". Mas também puxa na memória a primeira vinda, que aconteceu em 1994, na época que o grupo vivia o seu auge comercial:"Abrimos para o INXS", afirma.

Mas o tempo não é algo que parece incomodar Pirner. Ele lembra do passado com orgulho de quem conseguiu conquistar seu espaço após muito trabalho. "Na época, ficávamos na estrada e no estúdio, trabalhando dia e noite. Começamos do nada. Foi uma viagem longa e dura para chegar lá". Foram exatos 11 anos para o grupo alcançar o sucesso comercial. A banda, formada em 1981, assinou com uma grande gravadora no início dos anos noventa, o que catapultou sua popularidade logo no primeiro registro com a Columbia Records, embalada pelo hit "Runaway Train", presente no álbum Grave Dancers Union, lançado em 1992 - de qual ele garante curtir muito tocar ainda nos shows.


Outra questão abordada foi o fato do Soul Asylum abraçar aspectos sociais em sua música, com maior destaque para o clipe de "Runaway Train", que trazia imagens de crianças e adolescentes desaparecidos, para ajudar na busca. "Nós observamos o que rola ao redor da gente e reagimos a isso. Formamos nossa ideia voltados ao que estamos expostos. Como na época de High School, odiávamos tudo à volta. Por exemplo, agora, nunca foi tão frustante ser americano. Ou seja, é a mesma coisa que acontece quando eu estava na High School. É algo que choca. Talvez tivéssemos que estar progredindo mais agora. Parece que não há evolução", lamenta.

E como Dave enxerga o fato de ser o único membro original a levar o nome da banda para os fãs? "É um privilégio poder continuar e ainda ser parte disso tudo. É algo louco porque muitos de minha época já morreram" - fazendo clara referência ao baixista Karl Mueller, que faleceu em 2005, após uma luta contra o câncer. Mas Dave decidiu ir em frente, e o Soul Asylum segue produzindo coisas novas. Em 2016 a banda lançou Change Of Fortune, que possui uma das capas mais legais da carreira. "Vi essa foto (da capa do disco) numa revista e ligamos para o fotógrafo. Ele era um fotógrafo que clica natureza. Não consigo lembrar o nome dele, mas ele capturou muito bem o momento".

Mas se depender dele e dos outros caras da banda, o projeto continua firme. Ele garante que já possuem material suficiente para o próximo disco, que deve sair no ano que vem. Sobre o novo material, ele fala: "Concluímos umas 14 músicas já. Está sendo muito divertido este processo de elaboração. Agora estamos curtindo mais do que nos tempos antigos, sem pensar em como podemos agradar e tal. Tudo está mais natural. Temos a ideia e caímos dentro. Está fluindo tudo mais rápido". Ao ser apertado sobre quando isso vai sair, ele soltou: "Será logo. Provavelmente ano que vem".


L7 e Soul Asylum em São Paulo
Bandas de abertura: Pin Ups e Deb and The Mentals
Data: 2 de dezembro/2018
Horário: 17 horas
Local: Tropical Butantã
Endereço: Avenida Valdemar Ferreira, 93 – Butantã
Ingressos: http://www.clubedoingresso.com/l7-sp
1º lote $110,00 (promocional/meia entrada)
2º lote 130,00 (promocional/meia entrada)
Camarote 1º lote $180,00 (promocional/meia entrada)
Camarote 2º lote $200,00 (promocional/meia entrada)

Censura: 16 anos

Nenhum comentário: