quinta-feira, 1 de junho de 2017

Prophets Of Rage anuncia disco para setembro e lança clipe de "Unfuck The World"

Disco de estreia do Prophets Of Rage sai em setembro e terá doze músicas
Após uma concorrida passagem pelo Brasil, o Prophets Of Rage, supergrupo formado por integrantes do Rage Against The Machine, Cypress Hill e Public Enemy, acabam de anunciar o lançamento de seu primeiro álbum para o dia 15 de setembro de 2017. O disco vai sair pelo selo Fantasy Records e tem arte de capa feita pelo icônico artista de rua Shepard Fairey.

O álbum de estreia do grupo ('Prophets Of Rage') foi produzido pelo renomado Brendan O’Brien, que também trabalhou com o Rage Against The Machine, e vai contar com doze faixas inéditas. O processo de gravação do disco durou cerca de um mês e o resultado parece ter agradado todos os integrantes. "Quando nos juntamos, nós estávamos tocando músicas do nosso catálogo, mas dessa vez nós também estávamos tocando novos grooves, com todos improvisando. E isso fez nos sentir muito bem", Wilk recorda. "Rapidamente já havia uma linguagem que todos nós falavamos". "Nós saímos em tour e ficamos bons como uma banda", Commerford adiciona. "Nós estávamos fazendo música do mesmo jeito que as bandas faziam música antigamente", completou.

Dentro do DNA da banda, há influências variadas que vão de The Clash, KRS-One, a Johnny Cash, assim como as ideias e estéticas de seus antecessores: a textura das letras do Public Enemy, os riffs de quebrar o queixo do Rage Against The Machine, e a energia de festas alucinadas do Cypress Hill’s. Para dar uma pista do que vem por aí, o Prophets Of Rage compartilhou seu primeiro single: “Unfuck The World,” que vem acompanhado de um sensacional vídeo clipe, dirigido pelo cineasta e ativista Michael Moore. Moore, que já havia trabalhado com alguns dos integrantes da banda, falou sobre esse novo registro:
"Eu estou animadíssimo em mais uma vez trabalhar com meus camaradas e amigos de longa data, e em lutar por um mundo mais justo. Prophets Of Rage é a banda certa, falando a coisa certa, nesse momento crítico. Esse video é o nosso grito coletivo contra aqueles que procuram prejudicar os inocentes e os menos poderosos. Eu estou orgulhoso em ter dirigido esse vídeo e eu peço a todos que o assistirem a fazer a sua parte para unfuck this world (“desfoder” o mundo)".

0 comentários:

Postar um comentário