Header Ads

test

Lollapalooza Brasil: Supercombo supera problemas técnicos e vai na força da galera

Foto: I Hate Flash
Supercombo demonstra personalidade em show cheio de obstáculos no Lolla
Por Bruno Eduardo

O show do Supercombo no Lollapalooza Brasil acabou ficando marcado pela péssima qualidade de som que vinha do palco e por vários problemas técnicos que foram sendo resolvidos no decorrer da apresentação. O som baixo e embolado do início chegou a preocupar, mas não foi capaz de atrapalhar alegria do público, que pareceu entender a gravidade da situação e apoiou a banda. Nesse momento, inclusive, a guitarra de Léo Ramos começou a falhar também. "Alguém me empresta um cabo aí?", brincou Léo. Em "Amianto", o som ainda continuava confuso, mas já não atrapalhava tanto. "Essas coisas acontecem, mas a gente está feliz de estar aqui!", justificou. Por ser uma banda que utiliza elementos eletrônicos, como teclados sintetizadores e muitos efeitos nas guitarras, o show acabou sofrendo um pouco por esses abalos técnicos, mas o público abraçou a banda e cantou várias músicas. 

O show do Lolla ainda contou com uma novidade, a canção "Lentes", lançada em parceria com a cantora Negra Li. A faixa foi inspirada pela história de uma garota de 23 anos, que descobriu a paixão pela fotografia ao se mudar para o Japão. Mas o ponto alto foi mesmo em "Piloto Automático", que teve o refrão cantado de forma apaixonada pelos fãs. Mesmo com diversos problemas no som, o Supercombo conseguiu suportar seu show na força de sua crescente legião de seguidores, que chegou cedo no Autódromo para cantar junto com a banda e não deixou a peteca cair.

Um comentário:

  1. Brincadeira um Festival desse com essa falhas técnicas. Pra banda deve ser frustrante, fico feliz pela qualidade desses caras. Avante Supercombo!

    ResponderExcluir