segunda-feira, 14 de março de 2016

Lollapalooza Brasil: Em noite grandiosa, Noel Gallagher voa alto na carona do Oasis

Foto: Camila Cara
Noel Gallagher consolida carreira solo e relembra hits antigos
Por Bruno Eduardo

Tem vezes que deve ser bem difícil ser fã de Oasis. Pior que viver em um mundo de especulações sobre a volta da banda é ter que admitir que Noel Gallagher consegue voar alto de forma solitária. É mais difícil ainda, ter que admitir também que ele faz bom uso do direito de tocar sucessos consagrados para meio público, e que não está nem aí para as grandes multidões, sedentas por nostalgia e revisitações. Noel depende menos de Liam do que o contrário, e sabe disso. Talvez esteja aí a mágoa de alguns fãs com sua carreira solo. Mas Noel dá de ombros e não deve ser levado a sério por isso - faz parte do show. É nessa onda que ele dedica "You Know We Can't Go Back" aos fãs de Oasis, mostrando que sabe usar o sarcasmo inglês como poucos. 

Seu novo álbum, Chasing Yesterday é uma constatação do momento inspirado que vive. Faixas como "Lock All The Doors" e "The Mexican", rockões de alto nível, são capazes de prender olhares do público no Lollapalooza como se estivéssemos diante de algo raro. E o que dizer dos arranjos de extremo bom gosto que acompanham as ótimas "In The Heat Of The Moment" e "Riverman", que funcionam na força de estupendo um naipe de metais. Não duvide. É um show grandioso e irretocável. 

Aquele cara blasé, de poucos sorrisos também sabe a hora de mimar seus seguidores. Surpreende numa versão intimista de "Champagne Supernova", e depois modifica a métrica de "Wonderwall", talvez para não soar caricato de Liam. Mesmo assim, o povo adora. Além disso, dedica uma outra faixa, não tão popular para Florence ("Digsy's Dinner") e ataca com um B-Side ("Listen Up") para mostrar que se tem que ser, que seja do seu jeito. A emoção chega ao ápice na execução da arrasa quarteirão "Don't Look Back in Anger", cantada a plenos pulmões pelo público Lolla - que se mistura entre fãs e gente que pula de um palco para o outro. Noel se despede do público cinco minutos antes de seu tempo estourar e deixa o palco do mesmo jeito que entrou: sem festa e de forma sorrateira. Afinal, quem disse que precisa ser de outro jeito? 

Depois desse showzaço, deixo a seguinte mensagem para Noel Gallagher: Já pode voltar para o Oasis, cara. Os fãs já admitiram que você venceu.

Foto: Camila Cara

0 comentários:

Postar um comentário