domingo, 24 de agosto de 2014

Fardados: Titãs apresentam Nheengatu no Circo Voador

Foto: Bruno Eduardo

Por Bruno Eduardo

O show de estreia da turnê de Nheengatu, no Circo Voador, foi a prova cabal de que os Titãs não querem ficar à sombra do passado. A noite de Nheengatu não teve iê-iê-iê e nem citações a Roberto Carlos ou Sílvio Santos. Não que o público não quisesse. "Esse show vai ser Nheengatu total", afirmou Bellotto ao Rock On Board [leia entrevista AQUI]. Do disco novo, apenas duas canções não entraram no repertório: "Flores Para Ela" e "Não Pode". 


Assim como no clipe, "Fardados" trouxe os Titãs encarnados em palhaços do mal. Com uma audácia típica de bandas iniciantes, o grupo tocou quase a metade do álbum de uma vez só, sem incluir qualquer antigo sucesso. Dos tempos áureos, o insuperável Cabeça Dinossauro foi o mais lembrado ("Polícia", "AAUU", "Bichos Escrotos", "Homem Primata", "Igreja"). Em compensação, o grupo desprezou por completo o cultuado Titanomaquia - no único ponto negativo da noite. 

Foto: Bruno Eduardo
Não faltaram menções honrosas: Raul Seixas ("Aluga-se"), Walter Franco ("Canalha"), e até mesmo a presidenta Dilma Rousseff ("Vossa Excelência") foram homenageados pelos Titãs - que estão muito mais dinâmicos no palco. 

Sérgio Britto, Paulo Miklos e Branco Mello se revezam o tempo inteiro. A opção de privilegiar o rock não é restrita apenas ao novo - como nas ótimas "Mensageiro da Desgraça" e "Pedofilia". O grupo reformula o passado de forma excitante - basta conferir ao vivo as novas versões de "32 Dentes" e "Lugar Nenhum".


"Só vamos tocar essa aqui, porque vocês pediram!" - disse Sérgio Britto, antes de uma irreconhecível (no bom sentido) "Marvin" dar ponto final ao show.


Justificando o caráter de renovação da obra, os Titãs seguem persistentes em sua caminhada. Após um disco rejuvenescedor, o grupo mostra que não quer viver a vida de repetir noites de trinta anos atrás. Afinal, "a melhor banda dos últimos tempos da última semana" está viva e intacta onde deveria: em cima do palco.

Foto: Bruno Eduardo

0 comentários:

Postar um comentário